Campo Harmônico Descomplicado

Campo Harmônico – O Que É?

Campo harmônico é um conjunto de acordes extraídos de uma determinada escala.
Simplificando: é o empilhamento das terças.


Vamos usar como exemplo a velha e boa escala de C (dó maior):
C,D,E,F,G,A,B

1ª + 3ª + 5ª

C + E + G = Dó maior

Veja que o ‘’E’’ é a terça de ‘’C’’ e o ‘’G’’ é a terça de ‘’E’’

Uma regrinha de ouro que eu costumo ensinar para os meus alunos é:
Pegue uma nota da escala, pule a próxima e pegue a nota seguinte, pule mais uma nota e pegue a próxima nota e aí você terá formado um acorde.

Exemplo:

Notas do acorde de dó maior
Acorde de C Maior

No exemplo acima temos a tríade (três notas que formam um acorde) de Dó Maior

 

Faça o mesmo processo com as demais notas da escala e aí você terá formado todos os acordes do campo harmônico de C Maior.

 

Segundo exemplo:

Vamos usar a segunda nota da escala de ‘’C’’ que é o ‘’D’’

notas do acorde de ré menor
Acorde D Menor

No exemplo acima formamos o acorde de D Menor que é o segundo grau (segundo acorde formado) do campo harmônico de C Maior.

Ficou com alguma dúvida? Clique Aqui.

Quadro Com Todos Os Acordes Do Campo Harmônico De Dó Maior

o que é campo hamrmônico
Campo Harmônico de Dó Maior

A 1ª nota da escala que usamos para formar um acorde é conhecida como ‘’tônica’’ que é a nota que da origem ao acorde.

Vamos entrar em detalhes sobre cada acorde gerado da escala de Dó Maior para não ficar nenhuma dúvida.

Está gostando desse artigo? Então deixe o seu email abaixo para você não perder as atualizações do blog e leva de brinde uma super vídeo aula onde eu ensino como dobrar a velocidade na guitarra.

Como Dobrar A Velocidade Na Guitarra

Insira O Seu Endereço De Email Abaixo Para Receber Gratuitamente A Aula + As Atualizações Do Blog!>

Como Eu Sei Quais Acordes Do Campo Harmônico São Maiores Ou Menores?

Isso é simples, basta ter uma noção básica sobre intervalos.

Se o espaço entre duas notas da escala possui 2 tons, logo, é um intervalo de terça maior, se o espaço entre essas duas notas possui 1 tom e meio, é um intervalo de terça menor.

Exemplos:

Intervalo de terça maior:

intervalo de terça maior
Terça Maior

Entre o ”F” e o ”A” temos dois tons, ou seja, um intervalo de terça maior

Intervalo de terça menor:

Intervalo de terça menor
Terça menor

Entre o ”F” e o ”Ab” temos 1 tom e meio, ou seja, um intervalo de terça menor.

 

Resumindo

Intervalos de 2 tons entre a Tônica e a Terça = Acorde maior
Intervalos de 1 tom e meio entre a Tônica e a Terça = Acorde menor

Observação:
No caso do 7º acorde (B dim ou Bm(b5) do campo harmônico de C Maior, temos as notas: B + D + F, nota-se que o acorde é menor, pois o intervalo entre a tônica (B) e a terça (D) é de 1 tom e meio, mas devido a também podemos chamar de diminuto, pois foi retirado meio tom da 5ª deixando ela diminuta, então concluímos que o acorde pode levar o nome de Si Menor Com Quinta Diminuta ou Si Diminuto como mostra o editor de acordes na figura abaixo:

 

como fazer acordes
Acorde

O intuito desse artigo é explicar o que é campo harmônico, mas dei uma rápida ‘’pincelada’’ sobre intervalos para não deixar questões abertas em relação à estrutura dos acordes gerados, tipo: Por que é maior? Por que é menor? Porque é diminuto?

Correto?

Observação:
Esse artigo é o primeiro artigo postado nesse blog e vou abordar mais sobre intervalos nos próximos artigos que irei postar.

Campo Harmônico – Tríade E Tétrade

Os acordes que estudamos são os acordes de 3 notas conhecidos como Tríade, mas também temos os acordes de 4 notas que conhecemos como Tétrades e a formação desses acordes de 4 notas segue o mesmo raciocínio da formação dos acordes de 3 notas.

Exemplo:

Tétrade de C = C + E + G + B.
Nesse exemplo temos o acorde de Dó Maior Com Sétima Maior (C7M)

Observação:
A nota ‘’B’’ é a sétima nota da escala, logo, quando adicionamos no nosso conjunto de notas que forma o acorde de C Maior, acrescentamos também na cifra o 7M.

 

Formação De Grandes Músico Com Apenas Alguns Clicks

Você quer subir de nível nos estudos da música? Então conheça a Academia Da Guitarra clicando aqui

 

Conclusão

Conhecer os campos harmônicos é de extrema importância para o nosso crescimento musical, pois ele é a base fundamental para compreendermos como uma música Tonal é construída e como podemos compor, arranjar, criar harmonias que estejam dentro de um centro tonal, seja ela cantada ou instrumental.

Existe também harmonia atonal, modal, funcional, mas esses assuntos também ficarão para os próximos artigos desse blog, então fique atento nas atualizações, pois tem muito conteúdo de valor vindo por aí e totalmente grátis.